domingo, 7 de fevereiro de 2010

O poder dos números

Já reparou que crente gosta de números? Acho que sempre rolou isso. Alguns tem as mega grande maiores igrejas, outros tem a igreja com o maior número de pessoas, alguns desejam ser o maior pregador que já houve no Brasil, outros querem ser o líder de multidões, uns querem ter o maior dizimo por domingo, outros querem a maior e melhor banda de louvor do universo, uns querem vender duzento zilhões de cds, outros querem ganhar o 400 mil grammy, uns querem riquezas e ouro porque “dai honra a quem tem honra”, outros querem estar na melhor igreja já construída por mãos humanas.

Imaginem um gramado totalmente verde onde uma multidão estava em silencio para poder escutar o cara que iria mudar o conceito, quebrar os paradigmas e estruturas já fundadas. Jesus ali no monte definindo como seria o caráter do verdadeiro discípulo, suas palavras começam a ecoar diretamente “Bem aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus” (Mateus 5:3)

E Ele fala para aquela multidão sentada naquele verde onde os dedos tocam aquela grama, todos escutando aquele homem sentado numa pedra escura sobre como ser um homem bem aventurado.

Não muda muito o foco é o mesmo porém a proporção é um pouco diferente, mas são muitos semelhantes as pessoas que buscam atrair números num macro mundo como por exemplo os que buscam mais seguidores para seus twitters, mais comentários para os textos postados nos seus blogs, mais acessos para seus sites, mais amigos em seus facebooks, mais gente em seus orkuts, números e mais números, quanto mais gente você tem te seguindo mais poder você acha que tem, e isso é apenas uma forma pequena de estar ali em cima só que de uma maneira diferente, num macro mundo menor.

Onde está seu coração? Ali estará seu tesouro.

Jesus não reduziu os seus padrões. Ele não é como muitos que abriu a porta para que entrem os arrogantes ou os “quase” humildes para que o twitter dele venha a bombar e Jesus passe a ser um cara “cool”. Ele simplesmente deixou intacto um dos seus principais requisito que reflete quem é Deus. Simples como um ponto. Deus nunca aceitou o homem cheio de orgulho que pensava fazer as coisas a seu próprio modo.

“Ele te declarou, ó homem, o que é bom e o que é que o Senhor pede de ti: que pratiques a justiça, e ames a misericórdia, e andes humildemente com o teu Deus” (Miquéias 6:8).

O barato é simples de mais para que você não entenda. A bíblia deixa claro que não há outra maneira de caminhar com Deus. Ou andamos humildemente com nosso Deus, ou não andamos de modo nenhum com ele! Isso vale para templos de tijolo de ouro ou templos de twittes e redes de relacionamentos de ouro.

3 comentários:

Carlinha disse...

Amiga...
Vi que o texto não é seu, mas gostaria que você NUNCA se esquecesse de uma fase dele: Jesus não reduziu os seus padrões.
Oro para que a Dé não reduza seus padrões. Em situação nenhuma.
Te amo, diamante:)

Débora Arcuri disse...

Obrigada, Cá!
:)

guilhermestutz disse...

É Dé, a verdade é que é preciso coragem para assumirmos que caminhamos na direção oposta a de Jesus. Talvez porque fazemos de Jesus O tal, sem entendermos o porquê dEle ser o tal... rs Coragem, uma das maiores virtudes para fé cristã.

 
Dé Arcuri | TNB